Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

O Holocausto do Vaticano

Parte 1
O Holocausto - o sacrifício em massa de mais de dezoito milhões de protestantes inocentes, os cristãos ortodoxos, judeus e minorias étnicas por queimando-os vivosem fornos na Polônia e Rússia menos de 70 anos atrás por Católica ditadores Adolf Hitler SJ e Pe. Joseph Stalin SJ representa o maior e mais caro ato de sacrifício humano em massa da história.

Tão vasto foram os recursos militares e logísticos condenada a ser implantado a este "grande inquisição "de Roma 1939-1945 que desempenhou um papel importante para a eventual queda do nazi Terceiro Reich. O esforço de forma eficiente sacrificar o maior número de não-católicos em 24 x 7 fornos construídos de propósito [24 horas por dia, 7 dias por semana] foi um esforço enorme de logística, não menos do que requereu a análise genealogia completa da maioria dos Europa.

Se não fosse a genialidade de nascentes empresas de tecnologia americanas, como máquinas de negócios inovador, que criou os primeiros computadores para a…

AÇÃO BILIONÁRIA ENVOLVE AÉCIO E ANASTASIA NA EXPLORAÇÃO DE NIÓBIO EM ARAXÁ

NIÓBIO ENTREGUE
O Nióbio, riqueza que poderia significar a redenção da economia mineira e nacional, foi entregue, através de operação bilionária e ilegal, a empresa estatal japonesa, Japan Oil, Gas and Metals National Corporation, em parceria com um fundo de investimento coreano que representa os interesses da China. Este é o final de um ruidoso conflito instalado no centro do Poder de Minas Gerais que vem sendo, nos últimos dois anos, de maneira omissa e silenciosa, testemunhado pelo governador Antônio Anastásia.

AÉCIO E A CODEMIG
Desde 2002 o então governador e atual senador Aécio Neves entregou a condução das principais decisões e atividades econômicas do Estado de Minas a Oswaldo Borges da Costa, que assumiu a função estratégica de presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG). Criou um governo paralelo, onde as principais decisões sobre obras e investimentos das estatais CEMIG, COPASA, DER/MG, DEOP e das autarquias de MG ficaram a cargo de “Oswal…

Nióbio faz dos Moreira Salles a família mais rica do Brasil

Nióbio: hoje, o metal é usado em um décimo de toda a produção de aço mundial, em automóveis, oleodutos e turbinas de avião
Cristiane Lucchesi e Alex Cuadros, daBloomberg

São Paulo - Em 1965, o Almirante Arthur W. Radford, da Marinha americana, convenceu Walther Moreira Salles, banqueiro brasileiro que já havia sido embaixador nos EUA, a colocar dinheiro em um empreendimento para produção de nióbio.

Na época, não havia mercado nem uso comercial para o metal em pó -– somente estudos sugerindo que pequenas quantidades dele poderiam tornar o aço mais resistente e flexível.

Radford era membro do conselho da mineradora Molycorp Inc., que havia adquirido direitos sobre depósitos de nióbio em Minas Gerais e precisava de outro investidor para explorar a mina.

Moreira Salles decidiu comprar uma participação majoritária na operação e a aposta deu certo. Hoje, o metal é usado em um décimo de toda a produção de aço mundial, em automóveis, oleodutos e turbinas de avião. Após adquirir gradualmente …